domingo, 22 de fevereiro de 2009



INFORMATIVO  DIA DO CIRCO

 

Etimologia: círculo, cirque, empréstimo, circus, circo. O porto esp. it. circo, ing. circus, são todos empréstimos eruditos do séc. XVI, fr. cirque, do séc. XI\!, ao lato circus, gr. Kírkos, 'círculo'. O ing. cirque, do séc. XVII, é empréstimo do fr. cirque.

 

No dia 15 de março, comemora-se o “Dia do Circo”, um gênero de espetáculo popular e muito antigo. Os primitivos circos de Roma imitaram os hipódromos gregos. Durante o século XVIII grupos de saltimbancos percorriam a Europa, com combates simulados a cavalo, caça ao cervo ou javali, provas de equitação etc.

Alguns registros mostram que o prático circense teve seu inicio na China, no período anterior ao nascimento de Cristo.

O circo no Brasil. No Brasil os primeiros circos se organizaram na segunda metade do século XVIII. Manuel Antonio da Silva foi um dos primeiros cavaleiros de sucesso. Em 1828 realizou um espetáculo de danças sobre um cavalo a galope, numa residência particular. No séc. XIX o Brasil foi visitado por diversas companhias estrangeiras, inclusive pelo Circo Olímpico, que influenciaram a organização de elencos nacionais. Muitos artistas estrangeiros ficaram no Brasil e  formam algumas das mais conhecidas famílias circenses do país. Entre eles, poturgueses, espanhóis, italianos, japoneses, argentinos etc. Entre os brasileiros os nomes  mais famosos são Manuel Peri, Galdino  Pinto, Narciso de Abreu, Sérvulo Rocha, Nestor de Freitas, Juvenal Pimenta, as famílias Martinelli, Nogueira etc. O mais conhecido dos palhaços foi Piolim, nome de artista de Aberlado Pinto (Ribeirão Preto SP 1897  \ São Paulo SP 1973).

 Mas, a estrutura do circo como o conhecemos hoje teve origem na Inglaterra, por volta de 1700, quando o inglês Philip Astley, intercalando aos números hípica exibição de saltimbancos, funâmbulos, saltadores e de um palhaço.

No Brasil, os primeiros circos se organizaram na segunda metade do século XVIII.

Outros  palhaços conhecidos são: Carequinha, Bozo, Pirulito, Alegria, Patati e Patatá, dentre outros.

Além dos palhaços, são muitos os artistas que fazem parte do mundo do circo: dançarinos, malabaristas, acrobatas, domadores de animais, bailarinas,  os engolidores de fogo e os faquires, os mágicos e ilusionistas, dentre outros.

A importância de se trabalhar este tema é resgatar esta arte na vida das crianças, já que nem sempre, as famílias não têm a possibilidade de leva-las para conhecer um Circo.

 

FONTE: ALFABETIZAÇÃO SEM SEGREDO – EVENTOS ESCOLARES – VOL. 2 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin