quarta-feira, 21 de outubro de 2009

A NOÇÃO DE MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL




















A NOÇÃO DE MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

De acordo com o RCNEI, o trabalho com noções matemáticas na educação infantil atende, por um lado, às necessidades das próprias crianças de construírem conhecimentos que incidam nos mais variados domínios do pensamento; por outro, corresponde a uma necessidade social de instrumentalizá-las melhor para viver, participar e compreender um mundo que exige diferentes conhecimentos e habilidades.

As noções matemáticas (contagem, relações quantitativas e espaciais etc.) são construídas pelas crianças a partir das experiências proporcionadas pelas interações com o meio, pelo intercâmbio com outras pessoas que possuem interesses conhecimentos e necessidades que podem ser compartilhados. As crianças têm e podem ter várias experiências com o universo matemático e outros que lhes permitem fazer descobertas, tecer relações, organizar o pensamento, o raciocínio lógico, situar-se e localizar-se espacialmente. Configura-se desse modo um quadro inicial de referências lógicomatemáticas que requerem outras, que podem ser ampliadas. São manifestações de competências, de aprendizagem, advindas de processos informais, da relação individual e cooperativa da criança em diversos ambientes e situações de diferentes naturezas, sobre as quais não se tem planejamento e controle. Entretanto, a continuidade da aprendizagem matemática não dispensa a intencionalidade e o planejamento. Reconhecer a potencialidade e a adequação de uma dada situação para a aprendizagem, tecer comentários, formular

perguntas, suscitar desafios, incentivar a verbalização pela criança etc., são atitudes indispensáveis do adulto. Representam vias a partir das quais as crianças elaboram o conhecimento em geral e o conhecimento matemático em particular.

Deve-se considerar o rápido e intenso processo de mudança vivido pelas crianças nessa faixa etária. Elas apresentam possibilidades de estabelecer vários tipos de relação (comparação, expressão de quantidade), representações mentais, gestuais e indagações, deslocamentos no espaço.

À medida que crescem, as crianças conquistam maior autonomia e conseguem levar adiante, por um tempo maior, ações que tenham uma finalidade, entre elas atividades e jogos. As crianças conseguem formular questões mais elaboradas, aprendem a trabalhar diante de um problema, desenvolvem estratégias, criam ou mudam regra de jogos, revisam o que fizeram e discutem entre pares as diferentes propostas.



http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/volume3.pdf



3 comentários:

  1. Amei...amei...amei...mt bom mesmo!Parabéns pelo post.Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá, como vai?
    Eu sou o Pedro Concy. Estou desenvolvendo uma empresa que desenvolve atividades divertidas e inovadoras a fim de estimular hábito de leitura entre as crianças.
    Achei que você pudesse se interessar por algum de nossos métodos, e , com sua experiência, poderia contribuir com novas ideias para atrairmos os baixinhos ao fantástico mundo da leitura.
    Nosso projeto pode ser visto em http://www.estantemagica.com.br .
    Fique à vontade para comentar, criticar, sugerir e questionar.
    Abraços,
    Pedro Concy

    ResponderExcluir
  3. gostei do seu blog.
    estou participando d brasil alfabetizado, mas fico assustada com o criterio do pessoal do projeto selecionar professores....

    ResponderExcluir

LinkWithin