terça-feira, 8 de março de 2011

A importância dos jogos e das brincadeiras na Educação Infantil



A Importância dos Jogos e Brincadeiras na Educação Infantil
A brincadeira é uma linguagem infantil que mantém um vínculo essencial com aquilo que é o “não brincar”.  É através do brincar que a criança se relaciona com o mundo, com as pessoas que estão seu redor e com ela mesma. Através das brincadeiras, ela expõe o que sabe e aprende coisas novas, de acordo com o ambiente em que ela esta inserida. Essas categorias incluem: o movimento e as mudanças da percepção resultantes essencialmente da mobilidade física das crianças; a relação com os objetos e suas propriedades físicas assim como a combinação e associação entre eles; a linguagem oral e gestual que oferecem vários níveis de organização a serem utilizados para brincar; os conteúdos sociais, como papéis, situações, valores e atitudes que se referem à forma como o universo social se constroem; e, finalmente, os limites definidos pelas regras, constituindo-se em um recurso fundamental para brincar. Estas categorias de experiências podem ser agrupadas em três modalidades básicas, quais sejam brincar de faz de conta ou com papéis, considerada como atividade fundamental da qual se originam todas as outras; brincar com materiais de construção e brincar com regras.
As brincadeiras de faz de conta, os jogos de construção e aqueles que possuem regras, como os jogos de sociedade (também chamados de jogos de tabuleiro), jogos tradicionais, didáticos, corporais etc., propiciam a ampliação dos conhecimentos infantis por meio da atividade lúdica.
Por meio das brincadeiras os professores podem observar e constituir uma visão dos processos de desenvolvimento das crianças em conjunto e de cada uma em particular, registrando suas capacidades de uso das linguagens, assim como de suas capacidades sociais e dos recursos afetivos e emocionais que dispõem. A intervenção intencional baseada na observação das brincadeiras das crianças, oferecendo-lhes materiais adequados, assim como um espaço estruturado para brincar permite o enriquecimento das competências imaginativas, criativas e organizacionais infantis. Cabe ao professor organizar situações para que as brincadeiras ocorram de maneira diversificada para propiciar às crianças a possibilidade de escolherem os temas, papéis, objetos e companheiros com quem brincar ou os jogos de regras e de construção, e assim elaborarem de forma pessoal e independente suas emoções, sentimentos, conhecimentos e regras sociais. É preciso que o professor tenha consciência que na brincadeira as crianças recriam e estabilizam aquilo que sabem sobre as mais diversas esferas do conhecimento, em uma atividade espontânea e imaginativa. Nessa perspectiva não se deve confundir situações nas quais se objetivas determinadas aprendizagens relativas a conceitos, procedimentos ou atitudes explícitas com aquelas nas quais os conhecimentos são experimentados de uma maneira espontânea e destituídos de objetivos imediatos pelas crianças. Pode-se, entretanto, utilizar os jogos, especialmente àqueles que possuem regras, como atividades didáticas. É preciso, porém, que o professor tenha consciência que as crianças não estarão brincando livremente nestas situações, pois há objetivos didáticos em questão.
ATRAVÉS DA BRINCADEIRA A CRIANÇA:

  • Pesquisa
  • Percebe
  •  Questiona
  •  Se orienta
  •  Cria normas
  •  Obedece as regras
  •  Imagina
  •  Resolve problemas 
  • Aprende a regular seu comportamento de acordo com as situações 
  • A criança recria a realidade usando sistemas simbólicos. 
  • Cria relações sociais com outros sujeitos, crianças e adultos. 
  • Presente na relação que as crianças mantêm com o mundo. 
  • Diversidade e individualidade 
  • Proximidade com as práticas sociais reais 
  • Aprendizagem significativa e conhecimentos prévios

DESENVOLVE :
 
  •  O seu aspecto fisco motor
  •  Seu aspecto social
  •  Emocional
  •  Artístico
  •  Lúdico
  •  Percepção do mundo
  •  Interação
  • Diversidade e individualidade
  •   Proximidade com as práticas sociais reais
  •   Aprendizagem significativa e conhecimentos prévios

SUGESTÕES DE CANTINHOS PARA SEREM MONTADOS NAS TURMAS:

  • Cantinho da leitura / Artes
  •   Salão de beleza
  •   Bandinha
  • Cantinho da matemática
  • Cantinho de ciências 
  • Cozinha 
  • Sala de visitas
  • Quarto

OS JOGOS ESTIMULAM O APRENDIZADO

Os jogos podem fornecer oportunidades para explorarem aspectos da vida. Quando jogam ou criam os seus, as crianças terão uma compreensão maior de como o mundo funciona e de como poderão lidar com ele à sua maneira.
Os jogos podem ser afirmações do que está acontecendo, ou representações do que as crianças entendem. O jogo esta presente no dia-a-dia do aluno. É através do jogo que ele constrói grande parte de seu conhecimento, caracterizado pelo aspecto lúdico e prazeroso, e a interação com o outro é espontânea. Com o jogo, a criança ultrapassa seus próprios limites, adquirindo autonomia na aprendizagem. Com recursos pedagógicos, a professora poderá utilizar-se de jogos e brincadeiras em atividades de leitura e escrita, matemática e outros conteúdos, devendo, no entanto, saber usar o jogo no momento oportuno.

VANTAGENS DE SE USAR O JOGO:
  • Melhora a socialização entre os alunos; 
  •    Permitir a criança a ser menos egocêntrica;
  •  Viver situações de competição e colaboração; 
  • Desenvolver a capacidade de observação, comparando diferenças e semelhanças;
  • Aprender com mais facilidade de modo agradável; 
  •   Apresentar algo desafiador para as crianças desenvolverem; 
  •    Aprender a trabalhar em grupo, respeitando o outro.
 
 
Texto com base no Referencial Curricular Nacional Para a  Educação Infantil. 1996
Texto elaborado por Renata Calasans.

13 comentários:

  1. Tambem amo a educação infantil. Estou trabalhando a 2 anos em uma creche, e me identifiquei completamente.
    AMO AQUELES PEQUENINOS!

    ResponderExcluir
  2. nossa adooooorei!!!!!!sou apaixonada por criança,porém, estou me formando em pedagoga e vou atuar na educação infantil.Se Deus permitir vou abrir a minha escola. BJSSS!!!!! josy.

    ResponderExcluir
  3. vc contribui muito em nossas pesquisas parabéns adorei seu blog sucesso bejs Mary

    ResponderExcluir
  4. obrigado terminei minha tarefa de casa

    ResponderExcluir
  5. FICO FELIZ AO SABER QUE AINDA TÊM PESSOAS ASSIM COMO VC QUE AMAM LECIONAR PARA CRIANÇAS. PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  6. vc é perfeita no q gosta mesmo! amei e parabéns por ter esse olhar especial para nossas crianças.

    ResponderExcluir
  7. Estou no 4º semestre de pedagogia, e quando observo um trabalho com tanto carinho, tenho mais certeza que estou no caminho certo, porque também sou apaixonada por nossas crianças. bjs

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Estou no 3º ano do magistério no colégio ICEIA mais tenho muito que aprender PARABÉNS!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post e adoro usar brincadeiras e jogos infantis para estimular a criatividade dos meus pequenos curiosos. Sou a favor do uso de atividades assim na escola pois eles aprendem bem mais brincando. Parabéns!!

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?

    Primeiro de tudo, quero te agradecer pelo excelente post. É incrível como ainda vemos vários pais que não tem a menor noção de tudo isso que você falou. As brincadeiras são a melhor forma de desenvolver o cérebro de uma criança, tanto no lado físico quanto no motor. Excelente texto com ótimos argumentos e informações super relevantes. Obrigado!

    Sempre achei que as brincadeiras que não tem nada a ver com os jogos online ou com games eletrônicos eram muito mais interessantes para o desenvolvimento das crianças, até ler esse link que compartilhei com você. Hoje, depois de anos, entendo que ambas são bem interessantes, tanto as online quanto as mais tradicionais, desde que não exista o excesso.

    Muito obrigado mais uma vez por todas essas informações. Gostaria que todos os pais do mundo lessem esse post.

    Abraços,
    Henrique.

    ResponderExcluir
  12. amei o que vc escreveu, estou ensinando o infantil IV minha primeira experiência com crianças mas estou gostandooooo.

    ResponderExcluir

LinkWithin